O que é infertilidade?

É uma doença e pode ser definido como a incapacidade de o casal conseguir gravidez após 12 meses ou mais de relações sexuais regulares, sem uso de métodos contraceptivos. A infertilidade conjugal acomete cerca de 10 a 20% dos casais e reflete em muitos aspectos da vida da mulher e do casal: a frustração, impotência, desejo, sonhos de construir uma família, a cobrança social e o relacionamento com o parceiro ou parceira. O diagnóstico - geralmente - pode ser feito quando o casal não engravida depois de 12 meses de tentativas, Se a mulher tem mais de 35 anos, costumamos diminuir o prazo de diagnóstico para seis meses de tentativas.

O que o casal deve fazer?

O casal deve procurar, após este tempo de tentativa, ajuda médica e neste processo, é importante que ambos os parceiros sejam investigados. Devemos procurar a causa do problema e para isso usamos alguns exames de pesquisa básica como:

  • Histerossalpingografia: é a colocação de contraste no interior do útero para possibilitar a visualização da cavidade uterina, permeabilidade e aspecto das trompas.
  • Ultrassonografia: permite avaliar o aspecto uterino e ovariano.
  • Espermograma: mostra informações sobre quantidade, motilidade e morfologia dos espermatozóides.
  • Exames hormonais: é necessário avaliar todos os hormônios que podem influenciar na ovulação ou no transcorrer de uma gravidez.

Quais são as maiores causas da infertilidade masculina e feminina?

A infertilidade masculina é responsável por aproximadamente 40% dos casos e as principais são: varicocele, infecção e inflamação das glândulas anexas, o fator hormonal e o fator imunológico. A infertilidade feminina ocorre em 40% dos casos sendo os mais comuns: o fator ovariano, fator tubário, endometriose e fator uterino. Em 20% dos casos tanto o homem quanto a mulher apresentam problemas que levam a infertilidade.

Existe alguma diferença entre bebê de proveta e inseminação artificial?

Sim. A Técnica de Inseminação Artificial consiste na colocação do sêmen do marido preparado em laboratório dentro do útero, durante o período ovulatório. Já na fertilização in vitro (bebê de proveta), os óvulos da paciente são coletados com auxílio de ultra-som e levados ao laboratório, onde são colocados em contato com os espermatozóides. Se ocorrer fecundação, eles são transferidos para o útero da paciente no estágio de pré-embriões.

Qual a taxa de sucesso com a fertilização in vitro?

A fertilização in vitro (FIV) é o chamado "bebê-de-proveta", técnica em que os óvulos são retirados e fertilizados em laboratório, após 2 a 3 dias os embriões decorrentes da fertilização são transferidos para dentro do útero.

A taxa de sucesso depende da idade da paciente que tem relação direta com a qualidade oocitária. A taxa de sucesso varia de 30% a 50% de sucesso por tentativa.

O que é laparoscopia?

Video-laparoscopia ou laparoscopia é um procedimento feito sob anestesia em que se coloca uma "câmera" no interior da cavidade abdominal e assim avalia-se órgãos intra-abdominais como trompas, intestino, útero, etc. A laparoscopia diagnóstica também é feita com a finalidade de esclarecer a causa da infertilidade. A laparoscopia também é realizada para tratamento de miomas, endometriose, reanastomoses tubáreas entre outras.